Ação Parlamentar

Em Madri, Olyntho discute financiamentos com bancos mundiais sobre ativos ambientais produzidos no Tocantins

O deputado Olyntho, integra a delegação do Tocantins está em Madri, na Espanha, que participa da Conferência do Clima (COP 25) da Organização das Nações Unidas, com o tema “Hora de Agir”.

O parlamentar, que é presidente da Comissão do Novo Código Florestal do Tocantins e da Frente Parlamentar da Indústria, Comércio e Atração de Investimentos no Estado, discute propostas com os executivos do DZ BANK para possíveis financiamentos que vão trazer recursos para o Estado, por meio da venda dos ativos ambientais como garantia para o investimento.

“A nossa expectativa é de voltar com boas notícias ao nosso querido Estado do Tocantins. Nesta segunda-feira, 09, reunimos com os executivos da SHELL e representantes do DZ BANK, para debatermos e apresentarmos uma proposta dos nossos créditos de carbono. O Tocantins tem uma produção agrícola ativa, estamos trabalhando bem a preservação do meio ambiente e vamos agora encontrar uma maneira de receber por isso. Os nossos ativos ambientais são valorosos e vamos ouvir as propostas do mercado mundial”, explica Olyntho.

A comitiva tocantinense participou ainda da reunião com os governadores da Amazônia, onde debateram as propostas institucionais sobre as estratégias de desenvolvimento econômico sustentável, baseada no baixo consumo e emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE), relacionados ao aumento da temperatura, os programas para a redução do desmatamento dos Estados da Amazônia Legal e o incentivo às cadeias produtivas locais com base nas vocações naturais de cada Estado.
Olyntho participou também junto com a delegação tocantinense e os governadores da Amazônia Legal, da reunião com o Embaixador do Brasil na Espanha, Pompeo Andreucci Neto e em seguida reunião com o Ministro do Turismo, Ricardo Salles.
O Tocantins está sendo representado pelo vice-governador, Wanderlei Barbosa, os deputados estaduais, Cláudia Lelis, Ricardo Ayres, além do Secretário de Meio Ambiente, Renato Jayme e mais três servidores da pasta.