Araguaína

Araguaína chega a onze mortes por covid-19

Araguaína registrou, na última quarta-feira, dia 20, mais duas mortes por covid-19. Com isso, a cidade chega a 11 vítimas fatais da doença, em um intervalo de menos de dez dias a contar do primeiro óbito, registrado no dia 11.

Os pacientes são dois homens, de 88 e 51 anos, e estavam internados no Hospital Regional de Araguaína (HRA). O idoso não tinha comorbidades e deu entrada no hospital no dia 28 de abril, com queixa de febre, dor ao engolir, tosse, fraqueza muscular e alterações pulmonares de aspecto inflamatório.

O outro homem era hipertenso e diabético, deu entrada na unidade hospitalar no último dia 12, com febre, tosse e falta de ar. Ele é o terceiro paciente não-idoso vítima da covid-19 na cidade, um homem de 48 anos e uma jovem de 22 também morreram com a doença.

Outras mortes
A primeira morte por covid-19 em Araguaína foi registrada no dia 11 de maio, sendo a vítima um homem de 65 anos. Dois outros idosos de 79 e 83 também falecerem com a doença, no dia 12.

O quarto caso foi registrado no dia 13, um homem de 48 anos. Mais dois idosos, de 64 e 73 anos, morreram no dia 14. A sétima vítima, no dia 15, foi uma jovem de 22 anos. O oitavo óbito foi de uma idosa, de 83 anos, no dia 18. E a nona morte foi a de um senhor, de 84 anos.

Distanciamento social
Segundo o boletim epidemiológico do município, divulgado no dia 20, já são 789 casos confirmados da doença na cidade. O distanciamento social segue como a medida mais recomendada para desacelerar a transmissão da doença, evitando uma explosão de casos e garantindo que todos recebam assistência adequada.

Rede hospitalar
A rede hospitalar no Município, somando pública e privada, conta com 95 leitos exclusivos para Covid-19, sendo 67 leitos clínicos e 28 em unidades de tratamento intensivo (UTI). Desses, até a tarde da última terça-feira, dia 19, 16 leitos clínicos (22,5% do total) e 12 de UTI (24%) estavam ocupados.

O Hospital Dom Orione (HDO) dispõe de 28 leitos clínicos e 16 UTI, desses, quatro clínicos e sete UTI estão ocupados; o Hospital de Doenças Tropicais (HDT) possui 10 leitos clínicos, estando sete ocupados; e o Hospital Regional de Araguaína (HRA) comunicou ter 10 leitos de UTI, com ocupação de quatro.

Já entre as unidades municipais, o Hospital Municipal de Araguaína (HMA) conta com quatro leitos exclusivos para tratamento de crianças com covid-19, sendo dois UTI, e nenhum está ocupado. Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Anatólio Dias Carneiro, há sete leitos, sendo dois com suporte avançado, desses, todos os clínicos e um avançado estão ocupados. Na Unidade Corona Norte, que inicia as atividades hoje, são 20 leitos com suporte avançado.