Estado

Tocantins gera quase 6 mil empregos de janeiro a outubro de 2020, segundo Caged

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram saldo positivo de 5.981 empregos no Tocantins de janeiro a outubro de 2020. Os números referentes a outubro foram publicados na última quinta-feira, 26, e registraram a geração de 1.504 novos postos de empregos no estado no referido mês, resultado de 6.276 contratações e 5.289 desligamentos.

De acordo com a gerente do Observatório do Trabalho no Tocantins, Willany Bezerra, os dados revelam que apesar da crise econômica gerada pela pandemia do Novo Coronavírus o Tocantins tem conseguido manter seus postos de trabalho e explica: “Ao avaliar os dados ao longo do ano percebemos que o maior número de demissões aconteceram no auge da pandemia em março, abril e maio, mas a partir de junho o Estado começou a se recuperar e se manteve com saldo positivo em todos os meses subsequentes”. Observa a gerente.

Os setores da economia que mais se destacaram no Tocantins em outubro de 2020 foram a Construção Civil com saldo positivo de 675 postos de trabalho, seguindo do Comércio, Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas, com saldo positivo de 613 empregos. Em terceiro lugar ficou o setor de Informação, Comunicação e Atividade Financeira, Imobiliária, Profissionais e Administrativas, com saldo de 276 novos postos abertos e em sétimo lugar ficou o setor da Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Agricultura, que colaborou com resultados positivos de 34 novos postos de trabalho abertos no Tocantins.

Dados Palmas

Em Palmas, o saldo de empregos formais em outubro de 2020 foi de 469, resultado de 2378 admições e 1909 desligamentos. Na capital, o setor com melhor resultado em outubro foi Comércio, Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas com saldo positivo de 258 postos, seguido da Administração Púbica, Defesa e Seguridade Social, Educação, Saúde Humana e Serviços Sociais com saldo positivo de 95 postos e a Indústrias Geral com saldo positivo de 63 postos. A Construção Civil, em Palmas, foi o quarto setor que mais movimentou o mercado e teve saldo positivo de 59 postos de trabalho abertos.

A gerente Willany Bezerra ressalta o empenho do Governo do Tocantins, por meio do Sine, para manter os postos de emprego no estado: “É fundamental, em momentos de crise como o que estamos vivendo, apoiar o trabalhador que perdeu o emprego com os benefícios sociais que ele tem direito, como o seguro desemprego, mas também mostrar que o mercado se remodela e apresenta oportunidades diferentes e podemos nos adaptar a esse movimento e buscar novas colocações”, sugere a gerente.

O Sine Tocantins está atendendo a população do estado por meio dos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, mas também por telefone, WhatsApp e e-mail desde a suspensão do atendimento presencial em 20 de março devido a pandemia do Novo Coronavírus.

Canais de acesso

Os trabalhadores interessados em concorrer às vagas do Sine podem acessar o Aplicativo Sine Fácil, seguindo o passo a passo no https://setas.to.gov.br/trabalho/passo-a-passo-aplicativo-sine-facil/.

Outro meio de acessar o serviço é pelos seguintes e-mails e números de Whatsapp. Em Palmas, pelo WhatsApp: 3218-1957 ou e-mail: vagasinepalmas@gmail.com. Em Paraíso, pelo WhatsApp (63) 3602-3340 ou e-mail: vagasineparaiso@gmail.com; e  em Gurupi, pelo WhatsApp (63) 3351-2477 ou e-mail: sinegurupivagas@hotmail.com

Nas mensagens enviadas a esses contatos devem conter nome completo do interessado, número do CPF e nome da mãe.

Nas demais unidades do Sine o contato só pode ser feito por telefone convencional os números podem ser acessados no site da Setas https://setas.to.gov.br/vagas-de-emprego/contatos-do-sine-tocantins-/

Painel de vagas

Para conferir, diariamente, a oferta de vagas nos nove postos do Sine Tocantins acesse o site da Setas, https://setas.to.gov.br/vagas-de-emprego  ou as redes sociais, sendo no  Facebook o perfil @setasTo, e no Instagram Setas Tocantins.

Ressalta-se que devido à pandemia da Covid-19, os atendimentos presenciais do Sine em todo o Estado continuam suspensos.